«Roma nasce no momento em que se manifesta um pouco por toda a parte, nas antigas civilizações tradicionais, a crise de que já falámos. E se nos abstrairmos do Sacro Império Romano, que de resto corresponde, em grande medida, a uma recuperação da antiga ideia romana, Roma surge-nos como a última reacção contra estas crises, a tentativa – vitoriosa durante um ciclo inteiro – de escapar às forças da decadência já activas nas civilizações mediterrânicas e de organizar um conjunto de povos, realizando, sob uma forma mais sólida e mais grandiosa, o que o poder de Alexandre Magno não tinha conseguido senão durante um curto período.»
(Revolta Contra o Mundo Moderno, pág. 350)

2 Response to " "

  1. A.(N.)A. says:

    Saudações Nacionalistas.

    "Roubei" a imagem para o meu blogue.
    Um abraço e obrigado.

Powered by Blogger